UTIs geral e respiratória do Hospital de Clínicas de S. Sebastião passam por reforma e serão unificadas

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Clínicas de São Sebastião (HCSS) está passando por ampla reforma. Nesta quarta-feira (21), o prefeito Felipe Augusto e o secretário de Saúde Reinaldo Moreira estiveram no local para conferir o andamento das obras.

A reforma tem por objetivo a unificação da UTI Respiratória, utilizada para atendimento de Síndrome Respiratória Aguda Grave e/ou Covid-19, e da UTI geral, para demais enfermidades. Para isso, o isolamento dos pacientes será feito nos quartos, ao invés de todo o setor, seguindo modelo adotado por grandes hospitais.

A obra visa, também, adequação sanitária e modernização, preparando o Hospital para o pós-Covid-19. Entre as melhorias feitas, estão a troca das portas de madeira por vidro, substituição de forro de lã de vidro por PVC e de piso por porcelanato, além de pintura geral.

As mudanças estão sendo possíveis graças à diminuição da incidência de internações por Covid-19 e consequente baixa na ocupação de leitos exclusivos. Futuramente, quando a UTI geral estiver concluída e voltar a receber pacientes, a área em reforma será utilizada para enfermaria, internação e clínica médica.