Ubatuba não registra grandes ocorrências, apesar de ser onde mais choveu no Estado

Foto: trabalho de desobstrução da estrada da Fortaleza
As chuvas continuam em todo o Litoral Norte. Em Ubatuba, o acumulado das últimas 72 horas chegou a 224 mm nesta segunda-feira, 11, de acordo com informações da Defesa Civil. Mesmo com a grande quantidade de água, não foram registradas grandes ocorrências e nem há desabrigados.
As áreas de risco continuam monitoradas. Há alguns pontos de alagamento e, na tarde de ontem, foram registrados alguns deslizamentos de barreira e queda de árvores. A região Sul, que apresenta o maior índice de água acumulada, foi a mais atingida.
Na estrada da Fortaleza, Região Sul do município, houve deslizamento de bloco e massa em dois pontos; também nas proximidades, região da Vermelha do Sul, uma árvore de grande porte caiu sobre a fiação de energia elétrica – ambas situações solucionadas poucas horas após o incidente.
Na estrada da Caçandoca, um poste de energia apresentou risco de queda e foi removido também com o apoio da Elektro. No mesmo local, ainda foi feita a desobstrução da estrada que impedia a passagem de moradores.
A Defesa Civil também promoveu a retirada de árvores que caíram na estrada do Rio Escuro/Monte Valério. Já na Enseada, foi feita a desobstrução da rua Fernando Cirilo, onde foi registrado um deslizamento de terra.
As ações de desobstrução de vias e limpeza dos resíduos da retirada das árvores contam com o apoio da secretaria de Infraestrutura Pública da Prefeitura.
Cemaden
Fonte: G1
Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, foi o município que registrou o maior acumulado de chuva em 24 horas – até 12h desta segunda (11) -, segundo o Centro de Monitoramento e Prevenção à Desastres (Cemaden). O município está em estado de alerta. Não houve registro de ocorrências pela Defesa Civil, mas há pontos isolados de alagamento.