Ubatuba confirma 125 casos de dengue

Representantes de diferentes órgãos públicos que integram a sala de Situação e Comando de Arboviroses (dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela), coordenada pela Vigilância em Saúde de Ubatuba, reuniram-se nesta terça-feira (21), para analisar os dados relativos ao município que já registrou este ano 125 casos de dengue e 2 de Chikungunya.

Segundo o último boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (20), há um total de 532 casos notificados de dengue na cidade, sendo o Perequê-açu, Ipiranguinha, Centro e Itaguá os bairros que concentram a maioria dos casos positivados.

Um dos temas em destaque na reunião do grupo foi a importância dos testes para confirmação da dengue e levantamento epidemiológico que orienta o planejamento das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti na cidade.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município, Alyne Ambrogi, é importante que a população procure por atendimento médico em casos de sintomas de dengue e faça o teste rápido e/ou a sorologia. “Entramos esta semana no inverno e mesmo que a tendência seja diminuir os casos de dengue pela falta de chuva nesta estação, precisamos lembrar que o ovo do mosquito sobrevive por muitos meses só aguardando pela retomada do período chuvoso. A prevenção contra os criadouros do mosquito precisa acontecer durante todo o ano”, ressaltou a coordenadora.

Os principais sintomas de dengue são febre, náusea, cansaço excessivo e dor de cabeça, no corpo e atrás dos olhos. Dor abdominal e sangramento também são sinais de alerta.