Prefeitura de Ilhabela anuncia revitalização de ruas do bairro Cocaia

Imagem: Ilustração sobre como ficará a entrada do bairro após a obra

Começará nos próximos dias uma das principais obras da cidade, a revitalização das ruas do bairro Cocaia, que teve seu projeto aprovado pela maioria da população, em apresentação realizada na audiência pública promovida pela prefeitura. A Ordem de Serviço para o início das obras já foi assinada. O projeto contempla todas as alterações solicitadas pela população do bairro na apresentação da proposta.

A revitalização prevê a realização de drenagem total do bairro, de modo a solucionar um dos principais problemas, principalmente na entrada, onde há um estrangulamento de águas pluviais no entroncamento com a Avenida Faria Lima, que frequentemente registra enchentes, durante fortes chuvas. Nesse ponto, embaixo dessa avenida, serão instaladas grandes aduelas (tubulações em concreto), tornando a vazão das águas pluviais para o rio mais fácil. “Não teremos mais enchentes nesse local, teremos o escoamento adequado”. Explicou o secretário de Planejamento Urbano, Obras e Habitação, Rogério De Lucca.

Além da solução do antigo problema de drenagem, o projeto prevê interferências importantes, como: repavimentação em todas as ruas, avenida e travessas do bairro (aproximadamente 15), com novas calçadas, ciclofaixa, acessibilidade, iluminação, mobiliário urbano, entre eles bancos, floreiras, lixeiras e postes de iluminação especial.

Após as obras, o bairro residencial, que conta com grande reserva verde, ficará ainda mais bonito e com melhor qualidade de vida à população. A prefeita, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha, falou sobre o início dos trabalhos. “A população do bairro merece essa grande obra, que prevê melhorias reivindicadas há pelo menos duas décadas”. Disse Gracinha Ferreira.

O secretário, Rogério De Lucca, explicou que a obra começou somente agora devido aos inúmeros passos legais do processo e demais entraves e se tornou realidade devido ao apoio da maioria dos moradores. De Lucca se referia à grande sequência, desde a elaboração do projeto, apresentação em audiência pública, adequações do projeto às reivindicações da população, processo licitatório demorado em função de constantes impugnações provocadas por disputas entre os interessados no trabalho; conclusão do certame licitatório, prazos legais e homologação, assinatura da Ordem de Serviço e instalação do canteiro de obras.

Ainda segundo o secretário, nos próximos dias a empresa já estará iniciando as interferências previstas na obra. “Começamos as obras e temos que agradecer e parabenizar os moradores. O apoio deles foi fundamental para tornar a reivindicação uma realidade. Vamos fazer de tudo para que as obras transcorram da melhor maneira possível”.  Afirmou Rogério.