Polícia Federal deflagra operação em SP contra fraudes de auxílio-doença do INSS

Penas podem ultrapassar 10 anos de prisão

Polícia Federal deflagrou em São Paulo, na manhã desta terça-feira (23/2), a Operação Fiscela, com o objetivo de desarticular esquema de fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que gerou obtenção indevida de 40 benefícios previdenciários de auxílio-doença.

Nesta manhã, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na capital paulista e realizados sequestros de valores de contas bancárias de 31 pessoas, conforme decisão da Primeira Vara Federal de Campinas.

Iniciadas em 2018, as investigações foram realizadas no âmbito da força-tarefa composta pela Polícia Federal e pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT).

Durante as diligências, foram identificadas dezenas de pessoas empregadas que estavam simulando problemas de saúde e, com apresentação de documentação falsa, conseguiam obter o benefício de auxílio-doença previdenciário.

Até o momento, foram identificados 40 benefícios suspeitos, sendo que alguns investigados receberam o auxílio mais de uma vez.

A força-tarefa estima que o pagamento dos benefícios fraudados tenha gerado prejuízo de aproximadamente R$ 500 mil ao erário.

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato majorado, falsidade documental e ameaça. Somadas, as penas podem ultrapassar 10 anos de reclusão.

Fonte: Metrópoles