Paraibuna. Decretada a prisão do casal que matou grávida moradora de rua para ficar com o bebê

Foi decretada dia 11, após investigação realizada pela Polícia Civil de Paraibuna, a prisão temporária de N.D.L.P. e M.T.G.R.V. responsáveis pela morte de Leila dos Santos, moradora de rua que teve o seu filho levado pelo casal e o corpo incendiado e abandonado perto da represa de Paraibuna.
As investigações chegaram a M.T.G.R.V. após ela tentar registrar o bebê como se o tivesse parido na área rural, sem ajuda médica.
Ainda não foram encontrados parentes da vítima.
O casal segue foragido e a Polícia faz buscas para encontrar os procurados e a criança.
Se você tem informações que possam ajudar na localização do recém-nascido, entre em contato com a Delegacia de Polícia Civil de Paraibuna.

 

Fonte: Polícia Civil de Paraibuna