MPSP investiga nesta terça, fraudes na comercialização de combustível e lavagem de dinheiro

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) deflagrou, na manhã desta terça-feira (15/06), a Operação Batizado contra supostas irregularidades na comercialização de combustível e lavagem de dinheiro praticadas por mesmo grupo de pessoas já denunciado no ano de 2013 por crimes contra a ordem econômica e associação criminosa. Além dos Promotores de Justiça e servidores do Ministério Público, participam da ação policiais militares e civis.

Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão nas cidades de São José dos Campos, Jacareí e São Paulo.

A operação é resultado de uma investigação que apura indícios de operações financeiras atípicas possivelmente derivadas do comércio irregular de combustível e seus derivados, corroborados por diligências diversas feitas pelo Ministério Público que constataram a manutenção, em um estabelecimento comercial, de atividades relacionadas a combustíveis, com intensa movimentação de caminhões tanque. Há suspeitas de que parte dos caminhões se dirigem ao referido estabelecimento comercial logo após serem abastecidos na REVAP em São José dos Campos, a indicar que pode estar ocorrendo desvio de combustível no local.

Na mesma decisão que determinou as buscas e apreensões, o Poder Judiciário decretou o sequestro e indisponibilidade de bens pertencentes aos investigados.

Núcleo de Comunicação Social