Lagarto aparece em residência da Costa Norte de São Sebastião

Bem, acredite ou não, há pessoas que mantém serpentes, tartarugas e outros animais silvestres, em cativeiro, cometendo crime ambiental. Sem dizer o grande número de colecionadores de pássaros. Neste caso, foi um lagarto “Teiú” que surgiu por conta própria em uma residência no bairro Arrastão na Costa Norte de São Sebastião.

Foi acionada a Polícia Ambiental que por meio de técnicas e preparo, obteve êxito em resgatar o lagarto ileso. Segundo esclarecimentos da Ambiental, que as principais influências diretas dos lagartos sobre os seres humanos, são benéficas, tanto nas zonas urbanas quanto rurais, sendo eles, importantes predadores de espécies, vetores de organismos causadores de doenças e de insetos-pragas. Esta história  teve um final feliz, com o lagarto sendo restituído ao seu ambiente natural.

Nestas últimas semanas, quando as queimadas tomaram conta de vários pontos do território nacional, provocando enormes incêndios, que causaram destruição de mata e morte de animais, foi comum o aparecimento de animais silvestres em áreas urbanas, invadindo quintais e procurando alimento e abrigo.