Homem é condenado a mais de 12 anos de prisão por matar rival em Caraguatatuba

O crime aconteceu na noite do dia 07 de abril de 2020, no Jardim Casa Branca, em Caraguatatuba.

Na data, E.S.S. matou a sangue frio R.P.M., que tinha um relacionamento amoroso com a ex-mulher do acusado. O crime foi cometido com um pé de cabra.

A decisão foi dada nessa quinta-feira (04), em júri popular. Ele foi condenado há 12 anos e 6 meses de prisão, não podendo recorrer em liberdade.

O crime

Na data do ocorrido, o acusado foi até a casa de sua ex-mulher quando encontrou com a vítima, que disse não querer o ver no local. Após discussão o criminoso, de forma dissimulada e premeditada, o convidou para beber com ele em sua residência.

Quando a vítima já estava embriagada, sentada em uma cadeira, sem possibilidade de defesa, o assassino efetuou diversos golpes em sua cabeça com um pé de cabra. Com frieza arrastou o corpo do homem até a calçada e o deixou por lá. Quando percebeu que havia testemunhas ameaçou matar todos se chamassem a polícia.

Momentos depois policiais o localizaram em um bar no mesmo bairro, bebendo, como se nada tivesse acontecido. Ele teria dito aos policiais que estava em sua casa com o homem, mas que ele teria caído da cadeira e batido a cabeça, e então o colocou pra fora e foi para o bar.

Fonte: Assessoria MPSP