Grupo de Operações Aéreas realiza resgate de turistas que corriam risco de afogamento na Praia Grande em Ubatuba

Integrantes do Grupo de Operações Aéreas têm o seu trabalho preventivo e de salvamento às vezes longe da visibilidade da sociedade, mas de fundamental importância para as operações em terra ou mar, onde a logística favorece a agilidade e rapidez no socorro à vítima. São valorosos profissionais absolutamente conscientes do papel que desempenham no mister que abraçaram, e disto muito se orgulham, como podemos avaliar por esse relato que reproduzimos na íntegra, para captar toda emoção do momento.

Fonte: Grupo de Operações Aéreas

O dia 09 de fevereiro foi repleto de brilhantismo durante o apoio ao GBMar na Praia Grande, pois, durante o Patrulhamento Preventivo pela orla, dois banhistas foram visualizados na corrente de retorno e na iminência de um afogamento.

Imediatamente, conforme procedimento padrão, foram lançados os dois Guarda-vidas (GV) que em tempo e com a ajuda da Moto Aquática (MA), evitaram o afogamento e levaram as vítimas (turistas de Minas Gerais) para um local seguro.

Após o feito e contando com o valoroso apoio da Moto Aquática, os Guarda-Vidas foram embarcados na Ilha do Baguari e o Patrulhamento Preventivo reiniciou.
Todavia, ao retornar para Praia Grande em Ubatuba, a tripulação deparou com outro grupo de pessoas na iminência de um afogamento em série por conta da corrente de retorno.

Fato que motivou a equipe a lançar, conforme padrão, os Guarda-Vidas novamente para retirada do grupo daquela situação., que foi apoiada novamente pela Moto Aquática e juntos levaram as vítimas para um local seguro e o abraço fraterno dos familiares.

Por fim, à tripulação, restou somente a certeza de que voaram para servir.

A redação fez questão de manter a fidelidade do relato, como homenagem aos valorosos integrantes do Grupo de Operações Aéreas de Ubatuba.