GCM de Ubatuba atende ocorrência de cárcere privado de menor e bebê

Uma denúncia de cárcere privado chegou ao conhecimento da Guarda Civil Municipal de Ubatuba na terça-feira (21).
A guarnição no bairro Perequê-Açu, foi acionada pela menor R.P.O. que junto a uma bebê solicitava ajuda para se livrar de uma situação de cárcere privado. Segundo a denunciante há quatro meses ela chegou do Estado de Minas, passando a morar na casa de sua sogra na companhia de A.C.R., que a mantinha impedida de deixar o local, pois sempre que saia levava as chaves da residência.

Na terça-feira a sogra da menor conseguiu abrir a porta da casa para que ela pudesse pedir socorro. A menor revelou que não tem documentos e a criança sua filha não tem Registro Civil.

De posse das informações a GCM encaminhou a menor para que registrasse Boletim de Ocorrência, o que foi feito, denunciando Cárcere Privado e Violência Doméstica (Maria da Penha). A mãe e a criança foram acompanhadas pela presidente do Instituto Todas por Uma.

O acusado não foi localizado pela guarnição.