Festival de Abertura da Temporada de Mar e Mergulho Alcatrazes agita o Litoral Norte de São Paulo

Programação terá mergulho sustentável no Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes, shows, exposição de fotos e entre outras atividades

O 1º Festival de Abertura da Temporada de Mar e Mergulho de Alcatrazes marca o começo do período mais adequado para a prática de atividades náuticas na região do Litoral Norte de São Paulo e acontece entre os dias 6 e 8 de dezembro no Centro Histórico – Vila, em de Ilhabela (SP). O principal objetivo do evento é incentivar o ecoturismo na região e estimular a prática de atividades náuticas e mergulho no Litoral Norte, sendo o Refúgio de Alcatrazes a principal atração.

A ação conta com atrações gratuitas como shows, palestras, exposições e workshops e mergulhos no Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes e cursos com descontos especiais.

O evento é promovido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) com o apoio da Prefeitura de Ilhabela, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, WWF-Brasil, Parque Estadual de Ilha Bela Ministério do Turismo, Mormaii, SOS Mata Atlântica, BLTA, Flexboat, DAN, PADI, NAUI, Ventos do Camburi, Online Quadros, Fundação Florestal do Estado de São Paulo, Circuito Litoral Norte, Associação de Condutores de Alcatrazes, Sea Shepherd, Aves Amar, CEBIMAR, IO, Linha d’ água, UNIFESP, Marinha, FUNBIO, IBAMA e MPF.

Alcatrazes

O Refúgio de Alcatrazes é uma unidade de conservação de proteção integral, com um importante papel na conservação da biodiversidade e na reposição dos estoques pesqueiros do Estado de São Paulo. Foi criado em 2 de agosto de 2016 e está localizado cerca de 40km da costa, em mar aberto, e possui uma área de 67.409 hectares. Sua visitação teve início em dezembro de 2018, e dados sobre o monitoramento das atividades realizadas mostram o impacto econômico direto da visitação pública no Refúgio de Alcatrazes nos primeiros oito meses de funcionamento, que gira em torno de R$ 2,5 milhões para a região (principalmente para os municípios de Ilhabela e São Sebastião).

Sandra Miyashiro (divulgação)