Família de corujas chama atenção em Caraguatatuba

Uma família de corujas buraqueiras, cujo nome científico é Athene cunicularia, tem atraído curiosos para uma área próxima ao Centro Integrado de Ações Sociais e Esportivas (Ciase) do Travessão, na região Sul de Caraguatatuba.

Há um casal e cinco filhotes. A equipe da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca (SMAAP) vai ao local para colocar uma placa indicativa informando a presença das aves de forma a ficarem protegidas contra adultos e crianças curiosas que se aproximam para ver mais de perto, porque algumas delas acabam espantando os bichos ou até mesmo sendo atacadas por elas.
No semestre passado, a Secretaria deu início ao projeto ‘Toca das Corujas’ com a instalação de placas nos locais onde elas buscam abrigos, a partir da ideia de alguns munícipes que construíram uma pequena casinha na Avenida da Praia, no Centro de Caraguatatuba.
A coruja-buraqueira recebe esse nome por cavar buracos no solo. Ela vive cerca de 9 anos, a reprodução começa entre março ou abril. Botam, em média, de 6 a 11 ovos; o número mais comum é de 7 a 9 ovos. A incubação dura de 28 a 30 dias.
Com informações da Prefeitura de Caraguatatuba
Condensado para celular