Deu praia! Veja a previsão para este domingo e saiba como se proteger dos raios solares

Foto: Perequê-Açú/Ubatuba Acontece News
Hoje é praia! Segundo a meteorologia neste domingo (13) o sol predomina em toda a região, poucas nuvens e temperaturas em alta.
No entanto há previsão de que possa chover no período da tarde no Vale e serra da Mantiqueira. Mas, deverá ser chuva passageira.
No Litoral Norte 33 graus. Sinal de alerta: cuidado com os raios ultravioletas.
Não deixe de se proteger.
Filtro solar sempre!
O filtro ou protetor solar é a principal forma de proteger a pele adequadamente dos raios UVB (mais perigosos e responsáveis pela formação de câncer de pele) e UVA (muito relacionados com a formação de manchas, envelhecimento cutâneo e adjuvante no câncer de pele) emitidos pelo sol. Ele deve ser aplicado em todas as áreas expostas da pele 30 minutos antes de sair ao sol. O fator de proteção mínimo indicado é o FPS 30, ou seja, ele confere uma proteção 30 vezes maior que a pele sem protetor aos raios UVB; e PPD 10, uma proteção segura contra os raios UVA. A quantidade a ser aplicada é cerca de 2 mg por cm² de pele, o que equivale a uma colher de chá rasa para o rosto e pescoço, uma colher de chá para cada braço, duas colheres de chá para o tronco e duas colheres de chá para cada perna. Esta informação é muito importante, pois as pessoas tendem a usar uma quantidade menor do produto, o que reduz em menos da metade a sua proteção.
A reaplicação é outro ponto importante. Caso a exposição solar seja constante e prolongada, o produto deve ser reaplicado a cada duas horas, ou menos caso haja sudorese excessiva ou mergulhos no mar ou piscina. Procure usar um produto adequado para a face, geralmente menos oleoso, e outro para o corpo, evitando assim o aparecimento de acne cosmética, ou seja, espinhas que aparecem pelo uso de cosméticos inadequados para a face. Não se esqueça dos lábios e procure usar um protetor em bastão ou batom para este fim. O câncer labial ocorre por conta da exposição solar sem proteção e pode ser mais grave que o câncer de pele.