Criança de 1 ano e 4 meses morre vítima de escorpião em Aparecida

A menina Julia Barbosa dos Santos, de um ano e quatro meses, morreu na terça-feira (08), vítima de picada de escorpião, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. A criança era moradora do Bairro Ponte Alta em Aparecida.

Ao encontrar o escorpião na casa a mãe associou o estado da vítima ao ataque do bicho peçonhento, e levou a menina ao hospital. A criança chegou em estado crítico devido aos sintomas do veneno.

Do momento do ataque do escorpião até os primeiros socorros, decorreram duas horas aproximadamente, até que a mãe tivesse conhecimento que a criança tinha sido picada. Não havia o soro na unidade para combater o veneno.

Comunicado da Secretaria de Saúde de Aparecida

A Secretaria de Saúde de Aparecida lamenta profundamente o falecimento de uma criança supostamente picada por um escorpião e vem a público esclarecer os fatos.
De acordo com os registros do Pronto Atendimento, a criança deu entrada no PA desacordada em estado gravíssimo por volta das 20h. A mãe relatou que a filha havia sido picada por um escorpião por volta das 18h.

Diante do quadro da criança que apresentou parada cardiopulmonar, foi realizado todo atendimento emergencial com manobra de respiração.
A equipe médica também realizou procedimentos de bloqueio para dor e veneno de possível picada, mesmo não encontrando na criança durante o exame clínico e físico sinal de picada de bicho peçonhento.

Infelizmente, o quadro de parada cardiopulmonar evoluiu rapidamente, o que de acordo com protocolo médico, impedia o corpo clínico de realizar qualquer tipo de remoção.
Mesmo com a realização de todos os procedimentos pela equipe médica de emergência, a criança que já chegou à unidade em estado gravíssimo, veio a óbito.

A Secretaria de Saúde de Aparecida informa ainda que, por decisão do Estado, há mais de um ano Guaratinguetá passou ser referência para nossa microrregião quanto ao abastecimento de soro anti-bichos peçonhentos.