Corpo de mulher desaparecida encontrado no RJ, estava mutilado e decapitado

O corpo de Bianca Lourenço, encontrado na noite de terça-feira (12) na Ilha do Fundão, Zona Norte do Rio de Janeiro, estava decapitado e mutilado. A suspeita da polícia é de que a jovem, que estava desaparecida desde o dia 3 de janeiro, tenha sido morta por Dalton Vieira Santana, ex-namorado de Bianca e suspeito de chefiar o tráfico de drogas em uma comunidade carioca.

A Polícia Civil informou que o cadáver encontrado tem tatuagens iguais às de Bianca. Na manhã desta quarta-feira (13), a Polícia Militar confirmou que agentes foram acionados para uma ocorrência na Ilha do Fundão e encontraram um corpo.

Testemunhas informaram que Bianca teria sido morta por Dalton, que não aceitava o fim do relacionamento, e afirmaram que a jovem foi assassinada na comunidade. A Polícia Civil informou que ela foi retirada pelo ex-namorado à força de um churrasco com amigos. De acordo com as investigações, Dalton seguiu com a jovem para a favela, e depois não se soube mais informações sobre ela.

Apesar dos indícios, a polícia informou que ainda será realizado um exame na arcada dentária para confirmar a identidade e, após o término do exame cadavérico, a família da jovem será chamada para o reconhecimento do corpo. As investigações continuam em andamento na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Compartilhando Pleno News