Confira a programação da 2ª Festa do Fandango Caiçara de Ubatuba

Evento reunirá mestres, grupos tradicionais e admiradores da cultura caiçara
Com o objetivo de fomentar e difundir elementos do Fandango Caiçara promovendo sua rica expressividade histórica, social e artística a 2ª Festa do Fandango Caiçara de Ubatuba acontece de 07 a 09 de dezembro no Terminal Marítimo Comodoro Magalhães, localizado no Itaguá.
Uma realização do Museu Caiçara, em parceria com os grupos locais de Fandango Caiçara, do Comitê de Salvaguarda do Fandango Caiçara – Iphan, Projeto Ô de Casa, Articulação e Mobilização para a Salvaguarda do Fandango, com apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba por meio da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (FundArt), da Secretaria Municipal de Educação e da Companhia Municipal de Turismo (Comtur) e Tamoios Iate Clube.
Confira a programação completa:
Dia 07/12 (sexta-feira)
20h – Abertura oficial
20h30 – Diálogos sobre Políticas Culturais
Políticas culturais, manejo sustentável dos recursos naturais e confecção de instrumentos musicais. Coordenação: FCT – Fórum de Comunidades Tradicionais
22h – Apresentação de grupos de dança
23h – Baile Amanhece

Dia 08/12 (sábado)
16h – Gincana Caiçara (Intergrupos)
20h – Diálogos sobre a importância da Salvaguarda para o Fandango Caiçara. Coordenação: Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
22h – Apresentação de grupos de dança
23h – Baile Amanhece

Dia 09/12 (domingo)
11h30 às 15h30 – Feijoada da Mocidade
Almoço em prol da Bateria da Gresmai – Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Alegre do Itaguá
Local: Paróquia Nossa Senhora das Dores l Convites: R$ 15,00 à venda no Bar do Campo do Itaguá e no Comercial Itaguá
16h – Encerramento

Fandango Caiçara
O Fandango Caiçara – registrado pelo Iphan em novembro de 2012 – é uma expressão musical-coreográfica-poética e festiva, cuja área de ocorrência abrange o litoral sul do Estado de São Paulo e o litoral norte do Estado do Paraná. Essa forma de expressão é um dos bens imateriais que compõe o Patrimônio Cultural do Brasil.
Nos bailes, como são conhecidos os encontros onde há fandango, se estabelecem redes de trocas e diálogos entre gerações, intercâmbio de instrumentos, afinações, modas e passos viabilizando a manutenção da memória e da prática das diferentes músicas e danças. O fandango caiçara é uma forma de expressão profundamente enraizada no cotidiano das comunidades caiçaras, um espaço de reiteração de sua identidade e determinante dos padrões de sociabilidade local.
Saiba mais: http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/83/