Comandante de Boeing orientou pouso de emergência, dizem bombeiros, no caso da queda do avião em Ubatuba

O piloto de avião José Porfírio de Brito, de 60 anos, pai do copiloto José Porfírio de Brito Filho, de 20 anos, desaparecido desde a quarta-feira (24), junto a outras duas pessoas na região de Paraty, informou que o avião bimotor que o filho estava havia sofrido uma pane nos dois motores antes de cair no mar, segundo teria relatado ao Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro . O corpo do piloto da aeronave, Gustavo Carneiro, foi identificado no dia seguinte ao início das buscas pelos tripulantes. Segundo o jornal Extra, José Porfírio afirmou aos bombeiros que um comandante de um Boeing da companhia aérea Gol, que passava pelo local, teria recebido alerta pelo rádio de comunicação e orientou o piloto a como proceder com a pane dos motores, devendo fazer um pouso de emergência em direção à costa.

Reprodução de publicação do site UOL