Caraguatatuba alerta para queimadas na zona urbana após fogo consumir perto de 4 hectares de mata no Mirante do Camaroeiro

O tempo seco ocasionado nesta época do ano aumenta o risco de queimadas. A Prefeitura de Caraguatatuba faz um alerta para que as pessoas não façam descarte de bitucas de cigarro em local de mata, nem fogueiras ou queimem pneus, lixo, vegetação rasteira, restos de podas e demais resíduos dentro do perímetro urbano.

Na segunda-feira (19), o Mirante do Camaroeiro foi atingido pela queimada. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio. O caso está em investigação pelo Corpo de Bombeiros que compareceu ao local, na tarde de ontem, com seis homens mais a viatura auto bomba, e recebeu apoio de dois agentes da Defesa Civil.

Foram utilizados cerca de 6 mil litros de água para controlar as chamas que destruíram uma área de aproximadamente 4 hectares.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, além da fiscalização, é feito um trabalho de orientação e conscientização ambiental junto à comunidade. No mês de maio, foram instalados coletores de bituca em pontos turísticos da cidade para evitar o descarte incorreto do material.

Outro trabalho da Secretaria é reforçar a importância do descarte correto de resíduos em vias públicas. A orientação é evitar a limpeza de terreno nesta época de seca com utilização de fogo, pois ele se propaga de forma descontrolada, por meio até de uma simples fagulha, causando grandes perdas.

Com base na lei municipal 1.630 de 2007, o crime pode acarretar multa no valor de 200 VRMs, o que representa R$ 714. Em caso de reincidência a multa dobra de valor. Quem observar algum tipo de queimada nestas condições pode denunciar anonimamente no Corpo de Bombeiros, no telefone 193.