Câmara de Ubatuba aprova Projeto de Lei de Incentivo à Excelência Empresarial

A Câmara de Ubatuba aprovou por unanimidade Projeto de Lei nº. 75/21, do vereador Eugênio Zwibelberg (PSL) que “autoriza o Poder Executivo Municipal a instituir e implantar a Política Municipal de Incentivo a Excelência Empresarial e Geração de Empregos e Renda por Processos de Inteligência Criativa e dá outras providências”.

O projeto explica que “por inteligência criativa considera-se o conceito de políticas públicas que incentivem a alta produtividade e excelência empreendedora por nova sinergia ou trabalhos cooperados, estabelecendo novas sinapses de eficiência.”

Pela proposta o Executivo poderá efetivar chamamentos públicos seja com o Sebrae ou parcerias com empresas privadas para atingir os objetivos da lei. Para a Comissão de Justiça e Redação a proposta visa trazer desenvolvimento maior para o Município ao incentivar a excelência empresarial.

Nas explicações do proponente, “o autor do conceito de Inteligência Criativa entende que se trata de um conceito inovador que vem se juntar à ideia de Economia Criativa, um termo de 20 anos atrás em que se associava a produção de bens e serviços ao exercício da criatividade”.

Gerar novas ideias – Trata-se de um movimento nascido nos primórdios da própria Internet e transformada pela Revolução Digital advinda da tecnologia da informação moderna. Pela sua proposta autorizativa, o vereador Zwibelberg busca trazer para o Município pessoas que tenham expertise em determinadas áreas, cada qual interagindo em sistema de co-working gerando novas ideias para a sociedade em geral.

O advogado autor da proposta continua explicando que “esse seria o principal objetivo do projeto, visando gerar emprego e renda, oportunidades para aprimoramento do conhecimento das pessoas. Esse projeto vem complementar proposta minha anterior que fala em empreendedorismo na sala de aula”.

Zwibelberg pretende trazer a Ubatuba o criador do conceito de Indústria da Inteligência Criativa, Vito D’Alessio “para fazer uma explanação de seu próprio trabalho e de suas ideias para que possamos compreender o tamanho da proposta. Ele chegou a pedir o adiamento da votação do projeto até a vinda do pesquisador mas depois voltou atrás: “ou então votamos hoje o texto e traríamos o autor numa próxima sessão”. Votado, o texto é aprovado por unanimidade.