Adolescente desaparecida desde sábado (10) foi encontrada morta com o rosto irreconhecível em São José dos Campos

Encontrado o corpo da adolescente Jamile Fernandes, 17 anos, na Estrada do Sertãzinho, em São José dos Campos, com sinais de tortura. A jovem estava desaparecida desde sábado (10) quando participou de uma festa de funk conhecida como fluxo, que reúne adolescentes nas ruas. O caso ganhou repercussão depois que familiares postaram apelo sobre o paradeiro da jovem e buscando informações.

Quando Jamile não retornou para casa, familiares tentaram contato pelo celular, mas o aparelho estava desligado. O corpo foi encontrado pela Polícia Militar que relatou que a jovem foi ferida na cabeça e no rosto, na perna esquerda, nas mãos, sendo que havia sinais de perfuração provavelmente causada por arma de fogo. A brutalidade foi tamanha que a vítima foi reconhecida por meio de tatuagens e fotos. Segundo familiares o rosto da moça estava irreconhecível.

A Polícia Civil trabalha com informações sobre um homem que teria agredido a moça e em seguida a colocado no carro, e deixando a comunidade de Santa Cruz localizada na área central de São José dos Campos. A adolescente não foi mais vista até a manhã desta segunda-feira.

Condensado para celular